Anúncio

sábado, 29 de abril de 2017

Predestinação e livre-arbítrio; calvinismo e arminianismo etc.

Eleição, predestinação e graça comum não são doutrinas calvinistas. Livre-arbítrio, segurança da salvação somente em Cristo e graça preveniente não doutrinas arminianas. Todas elas são doutrinas bíblicas.

Quais são as doutrinas da salvação? O que é a adoção de filhos? Filho de Deus, deusinho é? Que relação existe entre a presciência de Deus e a eleição? Deus elegeu indivíduos antes da fundação do mundo?

Que relação há entre a eleição e a predestinação? A predestinação e o livre-arbítrio estão mesmo na Bíblia ou são excludentes? Quais são as diferenças entre o arminianismo e o calvinismo?

12 comentários:

Marcos B. Matos disse...

Excelente palestra bíblica sobre Predestinação e Livre-Arbítrio. Que o Eterno o abençoe mais e mais.

Josias Rodrigues disse...

Deste homem, tenho comprado bons livros e aprendido com seus ilustres comentários. É sempre bom acompanhar este homem.

Anônimo disse...

Ciro, vc sabe a diferença entre livre arbitrio e livre agência ? É Deus que inicia a salvação no homem. O ser humano hoje tem o livre arbítrio escravo, afetado pela pecado. Isso significa que o homem por si só não pode buscar a Deus sozinho sem auxílio da graça. Deus derrama uma graça sobre a pessoa e ela tem o livre arbitrio dela restaurado e dai ela pode escolher aceitar ou rejeitar essa graça de Deus. A minha pergunta é : se eu posso rejeitar a graça de Deus pelo uso do meu livre arbitrio eu não estou atutomaticamente dizendo que eu escolho ser salvo ou não pelo uso do meu livre arbitrio e nesse caso eu não sou um pelagiano ? Você pode me esclarecer isso ?
Obrigado, João Paulo Formaggio.

Ciro Sanches Zibordi disse...

O irmão ouviu todos os áudios?

CSZ

Anônimo disse...

Ouvi sim os audios. Mas se no final de tudo o homem pode resistir a graça de Deus e escolher não ser salvo por exercer o seu livre arbitrio, então no final de tudo quem dá a palavra final na conversão de uma pessoa é o próprio homem. Ou seja, é o homem por exercer o seu livre arbítrio que escolhe aceitar ou rejeitar a salvação.Portanto, o livre arbitrio do homem é a palavra final na salvação de uma pessoa não é ? Por eu dizer isso eu sou acusado de pelagiano.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Discordo. E apresentei os motivos da minha discordância nos próprios áudios.

CSZ

Anônimo disse...

Mas no seu vídeo vc apenas disse que é Deus que inicia a salvação. Isso eu concordo com vc. Mas é o homem que decide ou não rejeitar a salvação resistindo a graça de Deus. Ou seja, o homem faz uma escolha através do seu livre arbítrio. Tem como negar isso? Essa escolha quem faz é o homem e não Deus no lugar do homem. É o homem que recebe ou não essa salvação iniciada por Deus.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Ouça de novo, com mais atenção.

CSZ

Marcela Souza disse...

Pr.Ciro , Graça e Paz! A palestra foi excelente! Amo este assunto, gostaria de ganhar uma apostila, o senhor poderia me enviar?

Marcela Souza disse...

Pr.Ciro ficaria muito feliz se ganhasse a Postila que o senhor fez para este estudo, achei muito interessante a maneira como o Senhor explicou, se tiver como o meu email é Marcela_Perilo@hotmail.com. vou ficar orando! Obrigada, que Deus continue abençoando o seu ministério, que tem sido uma benção em nossas vidas.

Valdemir Pires Moreira disse...

Anônimo, o fato de um pedinte estender suas mãos para receber uma esmola, lhe da o direito de se vangloriar por te-la recebido?

Janio disse...

O que eu lamento nos calvinistas é que sequestram a reforma, como se fosse deles, sequestraram também o evangelho e dizem agora que calvinismo é o evangelho, sequestram também o dicionário e usam alterações nos sentidos das palavras para justificar suas doutrinas. Sequestraram a soteriologia, e a colocaram de ponta cabeça.

Sei que muitos acham que devemos aceitar as diferenças, para bem da paz, mas no caso da teologia calvinista não são diferenças , mas abismos de interpretação. Quando falam sola escriptura, na verdade leia-se sola "institutas" , isto a Bíblia desde interpretado conforme instruído nas ditas institutas.

Desde quando, um homem, após os apóstolos, tiveram autoridade para escrever algo com a mesma autoridade da Bíblia, e monopolizar a interpretação da mesma?

É uma doutrina perigosa e está se alastrando, porque satisfaz a mente, com o determinismo, calando as perguntas, em nome de uma espécie de soberania. É realmente sem noção..... sem noção da Bíblia, sem noção do amor de Deus, sem noção de Deus.
Vamos ficar quietos e aceitar?